Eis que audiência deste blog cai pavorosamente. Quis simplificar a vida e comecei pela on-line. Mas chegou 2010, e agora passo dias pensando em posts que não fazem mais que engordar a seção rascunhos do wordpress. Triplicam post-its coloridos de “coisas pro blog” na mesa do trabalho e já dizem que esse tal blog é imaginário. Que entraram há meses e desde então a coisa estagnou. Estagnou, fazer o que?

Ano passado decidi que a minha vida era importante a ponto de não ter que estar aqui, ao deus-dará da internet. Será? Depois mudei de ideia. Foram tantas visitas em casa que até quis criar um blog só pra divulgar as coisas boas da cidade. Ainda acho que sou uma exímia conhecedora de todos os lugares onde moro, mas outro dia me perdi no meu próprio bairro, então parece que eu não tô com essa bola toda. Talvez 2010 seja só o ano de não pensar muito, pra não achar nada errado.

E eu? Que queria tanta gente no Rio comigo pra dividir as novidades, e que levaria os daqui a tiracolo pra mostrar como é a vida além-Cristo Redentor. Que chego em casa já com saudade da gata e do gato, agora dedico parte do dia em ideias costuráveis. Que trocaria toda a vida on-line por momentos em carne e osso com as pessoas queridas que agora estão longe.

Queria mesmo é que que todos soubessem a alegria que dá esse recomeço maluco ao ritmo de marchinha.

Anuncios