atcaaaa3ynmbii2pmx6q4g5lhzo77k0bq65phki1quylchpw3rtakt3_1e4ebdy-u8o26bwka4dcdqt2h6t_3wr23qhjajtu9vdymccee-kvhwfurivuk3lid9gsaa

Foi hoje o meu momento pânico. Não tô nem perto da minha família, muito menos entendo a magnitude da situação em SC. Sei que de repente, o aperto no peito e a vontade de estar lá, me sentir menos despatriada, me fez estourar numa crise de choro em pleno trabalho. E não houve cristo que entendesse porque eu tava tão assustada. Sensação de impotência e ignorância, só isso.

Queridos contatos do messenger desesperados por notícias: minha família está bem e foi pouco atingida. Nosso anjo da guarda mandando bem, como sempre. E os outros? E as famílias dos amigos? E os desabrigados? E os que tinham tudo, mas saíram de casa correndo, sem poder pegar roupa nem mantimentos? E os que lutaram por uma vida digna e se vêem outra vez, sem esperanças?

Anuncios